domingo, 31 de agosto de 2008

Reflexões sobre as Águas, Tom Zé, Lavadeirinhas-Clevane Pessoa




Ilustração:
Parte de uma das várias ilustrações da autora (Clevane Pessoa)para seu cordel Lavadeirinhas.


Terça-feira, 9 de Outubro de 2007
Reflexões sobre as Águas, Tom Zé, lavadeirinhas

(Pubicado originalmente em na revista eletrônica Telescópio, por Everi Carrara e em meu blog http://clevanepessoa.blogspot.com/2007/10/reflexes-sobre-as-guas-tom-z.html



Tom Zé:página: www.rockconcerts.it/artisti/concerti

"REFLEXÕES SOBRE AS ÁGUAS, AS LAVADEIRAS E ASSUNTOS AO REDOR...

Clevane Lopes *


Tom Zé(***), ontem, numa entrevista, contou de seu impacto imagético ao deparar com as lavadeiras em sua terra; roupas de todas as cores, estendidas numa grama bem verde e as vozes a cantar, por exemplo, “Meu Limão, meu Limoeiro”. Com aquele sorriso maroto, mas comovido, Tom diz que elas faziam segundas vozes paralelas - e vai enumerando: terceiras, quartas... sextas vozes, enquanto falseteia os versos da canção, a imitar as lavadeirinhas.

Venho ao computador e aviso Everi Carrara, que adora Tom Zé e fez, em seu Jornal Telescópio, uma bela homenagem aos sessenta anos do artista.
Publicou uma poesia que escrevi para esses parabéns merecidos. Veja seu texto:

"TOM ZÉ E OUTROS HERÓIS CONTRA ESSA CIVILIZACIÓN DE PALHA

"Se eu pudesse,inventaria uma máquina contra a burrice" -Tom Zé -

O escritor francês Antonin Artaud dizia: "Encaro a vida como homem livre; livre, ou seja, que jamais se deixou acorrentar". Sentia-se incomodado por essa "civilização de palha", européia e burguesa. Ele exilou-se voluntariamente no México, entre os povos indígenas,nas primeiras décadas do século vinte.

Outros artistas de gênio e poder de indignação perante a barbárie, procuraram também se desvencilhar dessa civilização que insiste em escravizar e/ou conduzir artistas e nações inteiras sob diversas e repetidas formas monopolizadoras. Eu sempre penso em TOM ZÉ, o compositor baiano mais emblemático do período Tropicalistas e pós-Tropicalista,o qual nunca se deixou conduzir pelos modismos e a falação propagandista oficial. TOM ZÉ passou por sérias dificuldades e obscurantismo. Mas e daí? Ele assim como outros raros talentos é um compositor livre,de formação musical erudita,cuja erudição deve ter lhe concedido tantos benefícios quanto o fraseado melódico das cancões das lavadeiras de Irará,no interior da Bahia. Eu intuo que o exílio de TOM ZÉ é para dentro, para a intemporalidade arqueológica de sua infância,quem sabe. Do mesmo modo como o poeta Rilke se referia á infância, sendo o único verdadeiro país para o poeta.TOM ZÉ disse desejar reconstruir essas melodias que ouviu nos tempos de criança, promovendo uma espécie imaginária e fértil de arrastão estético na cabeça. E eu leio algumas de suas entrevistas, pressentindo que sua aguda visão musical se redimensiona para as questões de natureza política, fora do contexto convencional - todavia, como um estudo, uma nova perspectiva de análise para confrontar - se perante a burrice e as injustiças sociais que nos cercam. Algo assim como o surgimento de um povo novo, que reunisse esse sincretismo revolucionário genuinamente brasileiro e globalizado de baixo para cima, misturando negros, brancos e índios -só para lembrar o saudoso Darcy Ribeiro. Eu intuo que a música de TOM ZÉ é simultâneamente invenção poética e desconstrução arquitetônica, do modo como fala o Niemeyer. Uma música que não é retilínea, é cheia de curvas e rítmos constragedoramente simples e bem-humorada. Sou daqueles que acreditam no poder dissociativo do riso para aniquilar essa globarbarização reinante.

EVERI RUDINEI CARRARA: músico, escritor, editor, professor de tai chi chuan,
cujo site é http://www.telescopio.vze.com.

Mas, de retorno às lavadeiras, percebe-se o fascínio que elas causam nos nos artistas. Muitos renomados, por exemplo, Gauguin, as pintaram. Muitos anônimos, em todos os países, e, no Brasil, em todas as cidades por onde passa um rio, também.

E elas cantam. Quase uma tradição.

Em Belo Horizonte, as alegres profissionais, apresentam-se acompanhadas do Carlos Farias, poeta e violonista, que as empoderou e divulgou, gravou com elas Cds, como o lindo”Aqua” e de vários outros artistas.

Qual a mágica? A água representa o movimento, a vida. Em última instância, o líquido amniótico, onde nadamos e nos nutrimos in útero. Nada que fica para trás é capaz de prendê-las. Odilo Costa, filho (*), revela, num verso: ”tudo cede à força das águas”... A velha marchinha brasileira diz “a água lava, lava lava tudo/a água só não lava, a língua desta gente” - para as comunidades ribeirinhas, se os rios são piscosos, ninguém passa fome.Se há água, ninguém fica com a roupa suja... Oriundas de época sem que não havia máquinas de lavá-las, as mulheres se unem, porque uma protege a outra, e formam um grupo. E cantam e cantam...

Nas regiões mais pobres, nunca, hão, talvez, de possuir uma lavadora. Mas suas mãos esfregarão onde for preciso.

O ditado “roupa suja se lava em casa”, talvez tenha nascido, porque as fofoqueiras de plantão, ali deságuam todos os fuxicos e intrigas... à força de não querer sua vida pessoal levada à beira do rio, espera-se que a descrição dos mal-estares domésticos, amorosos, profissionais, não saiam das “quatro paredes”...

Pearls, papa da gestalterapia, afirmava sabiamente: ”Não apresse o rio, Ele segue sozinho”... Moldadas por esse “caminho que anda”, essas mulheres que lavam aprendem uma filosofia de vida particular :tudo pode ser limpo. Nada quase é permanente. ”Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”... Se não segurar bem a peça de roupa, ela pode ir embora. Segure, então, e muito bem por analogia, o marido, o filho, o emprego...

E as lendas das águas? O Boto, moço que gosta de dançar e que pode ser responsabilizado por barrigas indesejadas... A Iara, que os gregos conheciam como sereias, contadas por poetas, qual Circe, que seduziu Ulisses, rei de Ítaca, sim, aquele que deixou a Penélope a tecer à sua espera... tecedura que ela desmanchava escondido, para jamais terminar, pois se a concluísse, teria de escolher um marido substituto...

Minha mãe, nos contava a rir: “Havia uma mulher feia que queria casar. Um moço lhe diz que se ela suportar passar a noite dentro do rio, ele com ela casará, mesmo amando outra.

E a megera passa a noite tremendo e dizendo: ”Treme, treme, corpo malvado: hoje estás tremendo e amanhã estás casado”... E o patinho feio se olha no espelho das águas, para verificar que cresceu, virou um príncipe... E Polegarzinha navega no rio sobre uma folha... Narciso, o que não se sabia belo, pois jamais olhara para outra pessoa, ao ver sua imagem no espelho aqualino, apaixona-se perdidamente pela beleza agora vista. E mergulha em busca de si mesmo, para a morte. Ah, quantas histórias, em todos os tempos e em todos os lugares...

Sobre as lavaderinhas, lavandeirinhas, escrevi um cordel:


Lavadeirinhas

Clevane Pessoa Lopes


Para amenizar a lida,
as lavadeiras de Minas
lavam cantando demais
o que lhes vai pela vida...

Rezam louvando a Maria,
cantarolam seus amores,
em coro choram suas dores,
sérias, mostram sua alegria,,,

Nas pedras batem os panos,
às vezes soltam risadas
enquanto dão suas braçadas,
as mesmas de tantos anos...

Às vezes, roupas perseguem,
que lhes fugiram das mãos,
os peixes são seus irmãos
por mais que os peixes o neguem...

Velho Chico, um grande rio,
acostumado às cantigas,
vê nelas grandes amigas,
a ninar seu passadio...

Os passarinhos se intrigam:
de que penas são tais vozes,
cantando lentas, velozes,
que sobre as margens se abrigam?

No Jequitinhonha, do Alto
cantam tanto as de Almenara,
que seu coro, qual jóia rara,
está num CD bem lauto...

Cantavam as ribeirinhas,
em Portugal, no passado,
e ao vir prá cá, com agrado,
trouxeram suas musiquinhas...

Por isso cantam as baianas
quando lavam na Abaeté,
linda lagoa - e com fé,
rezem sagradas, profanas...

Sobre madeira flutuante
- cada mulher tem seu porto
por questão de mais conforto
a cabocla lava expectante:

vigia se o boto aparece,
peixe em moço transformado,
um sedutor encantado
(senão a barriga cresce)...

As roupas brancas clareadas
à luz do sol, clareador,
ficam alvas, sim senhor
e depois serão engomadas...

São lindas as lavadeiras,
em belas coreografias
ensaiadas todos dias,
dançam e cantam faceiras

E esse show, sem ser ensaiado
toca qualquer coração,
pois corpos, braços, sabão,
são um todo sincronizado...

Que cantem sempre, avezinhas:
desaparecem os cansaços
nas canções alegrezinhas
que são seus melhores traços!...

Lave a alma, além do corpo, assim quais as lavadeiras lavam as roupas. Limpeza - é fundamental para que você se sinta melhor...


No momento, elas se apresentam no Palácio das Artes, em belo Horizonte. Uma aventura, sair do norte de Minas e navegar até aqui nas barcas do desejo. Uma epopéia, saírem de seus lugares de origem e, deslumbradas com esse mundão cheio de novidades, elas cantam. E en/cantam.

Belo Horizonte, 17/11/2006



* Escritora e poeta, ilustradora e psicóloga.



***Escrito em 2006:Tom Zé xompletou, neste outubro, 61 anos.

**Página do site Comunidade Mayte.

http://www.comunidademayte.com/Portal/artigos.php?id=1174&idCanal=20

Marcadores: , ,

Carlos Farias e as lavadeiras cantoras de Almenara


O amigo Carlos farias, psicólogo e músico, nos envia:

"Conversa de lavadeiras no Teatro da Cidade


O Coral das Lavadeiras de Almenara e o compositor Carlos Farias realizam uma “conversa de lavadeira” na próxima quarta-feira, 03 de setembro, às 20 horas, no Teatro da Cidade (Rua da Bahia, 1341, centro, tel. 3273-1050), com entrada franca. Recém chegados de uma vitoriosa viagem à Espanha, os artistas vão compartilhar com o público belo-horizontino as experiências vividas em Zaragoza, no período de 15 a 22 de agosto, quando ali estiveram, representando o Brasil na Expo Internacional 2008. A viagem só foi possível graças ao apoio do Ministério da Cultura, da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, através do Programa Cemig Cultural, da produtora Fábrica de Eventos e da Prefeitura Municipal de Almenara. O evento é uma contrapartida prevista no projeto viabilizado pelo MinC.

No dia seguinte, 04 de setembro, o grupo faz o espetáculo “batendo roupa, cantando a vida” na Praça da Liberdade, às 21h30, dentro da programação da segunda Festa da Música.

Informações:
31 3476-3579 / 9943-3414
epovaleeventos@yahoo.com.br
http://www.myspace.com/lavadeirasdealmenara

PS: parte da cerimônia de "bênção das águas" realizada no rio Ebro, em Zaragoza, pode ser vista no vídeo postado no seguinte endereço:
http://mais.uol.com.br/view/1575mnadmj5c/coral-de-lavadeiras-brasileiras-faz-apresentacao-na-espanha-04023470D0890326?types=A&

Vejam fotos no my space e matéria anexa, publicada no El Periódico de Aragón.


----- Original Message -----
From: BRASIL NA EXPO 2008
To: carlosfarias@terra.com.br
Sent: Saturday, August 23, 2008 10:14 PM
Subject: Notícia por email!



Brasil na Expo 2008 | Notícias



Olá carlos farias!

Epovale (epovaleeventos@yahoo.com.br) acessou nosso site e te enviou este email:

"As Lavadeiras de Almenara e o compositor Carlos Farias realizaram em Zaragoza uma das ações mais significativas da Expo 2008: a emocionante cerimônia de \"bênção das águas\", às margens do Rio Ebro. Após o terceiro show do grupo, realizado no Balcão das Culturas (completamente lotado), parte do imenso público atendeu o convite do coral e juntos seguiram em cortejo até uma das margens do Ebro. Alí, ao som de tambores, sopros e violões, tocados pelos músicos brasileiros que acompanham o grupo (Sanráh, Ivan Virgílio, Emília Chamone e o próprio Farias), todos lançaram flores na água. O amoroso gesto foi acompanhado de perto pela imprensa espanhola, merecendo destaque nos noticiários dos jornais, rádios, tvs e blogs. Para Carlos Farias \"o pequeno ato adquiriu mportância planetária, considerando a quantidade de países presentes na Expo (140 pavilhões), fazendo valer todo o esforço que tivemos para empreender essa importante viagem\". Valeu lavadeiras!"


19/08/2008 l Atividade Cultural
Lavadeiras de Almenara benzem o rio Ebro



As oito senhoras mineiras que compõem o Coral das Lavadeiras de Almenara fizeram um ato simbólico para benzer as águas do rio Ebro, que corta a cidade de Zaragoza, onde acontece a EXPO 2008.

Depois de cantarem durante uma hora no palco do Balcão das Culturas, espaço nobre de shows, elas caminharam até à margem do rio Ebro seguidas de um grande público, que se emocionou com o ritual e os cânticos.

A apresentação do grupo na EXPO 2008 é patrocinada pelo Ministério da Cultura. "

Divulgação:Clevane Pessoa
Diretoria regional do InBrasCi em Belo Horizonte, MG,Brasil

Marcadores:

Academia Mundial de Arte y Cultura-WAAC-convoca-XXVIII Congreso Mundial de Poetas-12 a 16 de outubro



Imagem:meramente ilustrativa do belo tema:"A POESIA NA INTIMIDADE DA ALMA".Internet,sem crédito.
PATRICIA RETANA (E-MAIL: patriciaretana@hotmail.com ) envia:

"COMENTÁRIO: ULTIMA LLAMADA A LOS POETAS DEL MUNDO Agosto 29/2008 La Academia Mundial de Arte y Cultura (WAAC por sus siglas en inglés) convoca a todos los poetas nacionales y extranjeros y personas interesadas en la poesía, a participar en el XXVIII Congreso Mundial de Poetas a realizarse del 12 al 16 de octubre próximo en Acapulco, Guerrero, México, con el tema “La Poesía en la Intimidad del Alma”. Sin duda, Acapulco es uno de los lugares más bellos del mundo: sus diversos paisajes, clima y exuberante vegetación, lo convierten en un lugar único.

Todo esto, además de las celebridades que nos visiten hará de este Congreso un evento cálido y exitoso. Por medio de ustedes deseamos hacer un recordatorio a los participantes de México y el mundo que nos visitarán, a que inscriban sus trabajos antes del 12 de septiembre.

Paralelamente, deseamos informarles que el organismo The Cove / Rincón Internacional convocó a una exhibición itinerante de artes con el tema “Poesía Visual”, que dio inicio este mes de junio en Córdoba, Argentina; llegará en agosto a Miami (Estados Unidos) y culminará en Acapulco para inaugurarse en el marco del Congreso. Pintura, fotografía y escultura de artistas de diversas nacionalidades estarán en exhibición del 12 al 15 de octubre en el Hotel sede y las obras que participen en los tres países concursarán para elegir un primer y segundo lugar, que serán la portada y contra-portada de la Antología del Congreso.

En el marco del XXVIII Congreso Mundial de Poetas también se organizarán lecturas y presentaciones de libros, cuyos espacios se asignarán de acuerdo al orden de inscripción. El primer Congreso Mundial de Poetas (WCP) se constituyó en 1969 por Amado Yuzón, Tin-Wen Cheng, Krishna Srinivas y Lou Lu Tour, con el objetivo de unir a las naciones en busca de la paz a través de la poesía. En 1973 fue establecido bajo los auspicios de la Academia Mundial de Arte y Cultura, Inc (WAAC por sus siglas en inglés) y apoyo de la UNESCO.

Uno de los propósitos de la Academia es organizar encuentros de poetas en diferentes partes del planeta para promover la paz y la hermandad mundial, además de fortalecer el intercambio cultural para el mutuo entendimiento entre gente de diversas culturas, que eleven a la humanidad a la excelencia a través de la poesía y la literatura.

Esta edición será presidida por una servidora, Lic. María Eugenia Soberanis Nogueda; acompañada en la vicepresidencia por el Dr. Ernesto Kahan, Premio Nobel de la Paz 1986; Marily A. Reyes, Presidenta de The Cove/Rincón Internacional; y Patricia Garza Soberanis, delegada de The Cove/Rincón Internacional para México. Además de lectura de poesía y presentación de libros, escucharemos interesantes ponencias impartidas por destacadas personalidades en el mundo de las letras, como el Dr. Germain Droogenbroodt (Bélgica); el Dr. Ernesto Kahan (Argentino-Israelí) y el Dr. Milan Richter (Eslovaquia) en idioma ingles; mientras que en idioma español corresponderá a la Dra. Celia Vázquez (España); al Prof. Iván Portela (cubano-mexicano) y como muestra de la pluma guerrerense al Prof. Isaías Alanis (México).

Dentro de las actividades complementarias, los congresistas serán llevados a un city tour visitando el Fuerte de San Diego y “La Quebrada” entre otros sitios de interés; además de un concierto programado con la Orquesta Filarmónica de Acapulco, orgullo de los acapulqueños; una Lunada a la orilla del mar bajo la romántica luna de octubre y la tradicional Cena Baile de Gala para concluir las actividades del Congreso. Y si desean, los congresistas podrán acompañarnos en un tour post Congreso, por las ciudades de Cuernavaca y México, visitando sus Centros Históricos, Catedrales, el Museo del Templo Mayor, el Museo Nacional de Antropología e Historia, la Basílica de Guadalupe y las monumentales Pirámides de Teotihuacan en el Estado de México.

Queremos informarles que no es la primera ocasión que podemos tener esta experiencia en nuestro país. Ante se realizó en Monterrey en 1992 y en el propio puerto de Acapulco en 1999, debido a que México ha sido designado por su hospitalidad y preferencia de los poetas por nuestra patria, como sede emergente permanente cuando existen problemas con la sede previamente designada.

Aquellos poetas que de última hora deseen asistir al Congreso podrán registrarse en: www.uaa.edu.mx/wcpacapulco2008 hasta el 12 de septiembre. Tenemos participantes de alrededor de 25 países y gracias al apoyo en la difusión de todos ustedes, en este Congreso contamos con una numerosa participación de poetas latinoamericanos. ¡Gracias por su apoyo! Les invitamos a juntos escribir las páginas de este Congreso. Nos vemos en Acapulco! PATRICIA RETANA DIFUNET 55214229 0445522604539 "

Marcadores:

FESTLATINO


O escritor Alexandre Santos" (alexandresantos@br.inter.net), grande divulgador da Ars Literaria,do Recife, Nordeste, nos envia o jornal virtual A VOZ DO ESCRITOR, pelo que sempe agradecenmos e pela inclusão de um de nossos links nas indicações.

Confira:

Algumas das novidades referem-se ao FestLatino:

"Na próxima 2ª feira, dia 1º de setembro, em sessão solene programada para começar às 19h00 no Salão Nobre do Gabinete Português de Leitura, será instalado o II FestLatino com conferência do professor João Alves das Neves, da Universidade Casper Liber, que falará sobre 'Quem foi D. Matias de Figueiredo e Melo - Bispo de Olinda e Recife e governador da província de Pernambuco, e os contatos que manteve com o Padre Antonio Vieira'.

O Festival, coordenado pelo escritor Humberto França, conta com o apoio e patrocínio da União Latina, Gabinete Português de Leitura, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Embaixada da Espanha, Instituto Cervantes, Instituto Ramon Llull, Conselho de Cultura Galega, Consulado Geral da França no Recife, Consulado da Itália no Recife, Universidade Federal de Pernambuco, Editora Franchacela, Fundación Centro de Estudos Brasileiros, Instituto Camões Brasil – Portugal, Instituto Dante Alighieri, Embaixada do Brasil junto à CPLP, Consulado Geral da Argentina no Recife e Consulado Honorário da Romênia em Fortaleza, a Aliança Francesa do Recife, União Brasileira de Escritores, Associação Mares Navegados e Fundação Joaquim Nabuco.

Este ano, o FestLatino homenageará o poeta argentino Horácio Castillo, da Academia Argentina de Letras e da Sociedade dos Escritores da Grécia."
'Nova Águia' será lançada no Recife na próxima 2ª feira

Na próxima 2ª feira, dia 1º de setembro, em evento programado para às 20h00, no Gabinete Português de Leitura, no âmbito do II FestLatino, a revista 'Nova Águia' será lançada oficialmente no Recife. Na ocasião, o escritor Amandio Silva, presidente do Instituto Mares Navegados e membro do Conselho Editorial da revista, fará conferência sobre a importância do novo periódico. A revista 'Nova Águia' pode ser assinada no endereço eletrônico http://www.zefiro.pt/novaaguia

Lourdes Sarmento fala sobre Olga Savari em mesa presidida por Alexandre Santos

Na próxima 3ª feira, dia 02 de setembro, em evento do II Feslatino programado para às 09h30, no auditório da Aliança Francesa, no Derby, a escritora Lourdes Sarmento fará a primeira palestra da mesa-redonda 'Brasil: Língua e Literatura, presidida pelo acadêmico Alexandre Santos. Seu tema será 'Olga Savari, poeta das águas'."

"

Fonte:A VOZ DO ESCRITOR/UBE/www.ube-pe.org.br

Marcadores:

Lagoa do Nado:Sarau-280808













Fotos:clicks de Brenda Mars, Ricardo Evangelista, Llobus.

Marco Llobus, em um de seus maravihosos derrames poéticos improvisados.
Novato;
Clevane e Brenda;
Ricardo e nós;
Novato, Ricardo e Juan Fiorini, que fará seu sarau na Lagoa do Nado em 25/09 (guardem essa data, os dois são ótimos poetas!)

Na primeira, Regina mello, em um dos SEMENTES POESIA(especial, noturno, em 21 de julho), mostra o livro Jenipapo, do Poeta Aldravista J.S.Sebastião Ferreira, que fica à disposição, nos encontros, para leituras.

Na Lagoa do nado, reunem -se poetas, uma vez
por mês (na última qinta feira), para saraus inesquecíveis.
Nas fotos,flyers dois deles, o de julho e o de agosto.
Neste m,Benda mars e eu , representamos uma pessoa muito especial, a artista plástica, fotógrafa e poetisa regina mello, Presidente do MUNAP(Museu Nacional da poesia), que coordena, com sede a céu aberto no parque Municipal de Belo Horizonte, a Galeria da Árvore (Alameda das Bungavilles)e o SEMENTES DE POESIA (praça dos fundadores).
Nas fotos, pessoas presentes ao sarau, ao qual chamamos ,em homenagem à representada (em viagm a S.Paulo, por motivos familiares),SEmentes de Poesia.Na data també, o Novato declamou ou leu seus poemas do projeto POESIA NA FAVELA ("Favela é isso Aí", um belo e forte livro.
Vemo, além dele,:
Ricardo Evangelista (coordenador dos saraus), Marco Llobus , Juan Fiorini, Brenda e eu.

Apresentamos banners da exo de fotos de Regina, A Poesia das Sombras,fizemos chover Poesia das impressas para o Paz14-th Week of Contemporary Art in Center for Contemporary Art - Plovdiv, Banya Starinnaesia (Grupo Poetas pela Paz e pela Poesia), sorteamos livros (Mulheres no Banquete de Eros-aBrace Editora, organizado por Nina Reis-Brasília),ME18-Mulheres Emergentes, Edições Alternativas, org.por Tânia Diniz-Belo Horioznte, MG), Elos e Anelos (Organizado por Clarisse Maia, da Editora Guemanisse-Teresópolis-RJ),Se Um Paianista, Numa NoiteEscura (Terezinha pereira, da Academia de Letras de Pará de Minas), jornais Aldrava, Aldravinha, CLESI e A Parada 6;Poster Milagrama, poster de trovas...

O resultado das "Sementes de Poesia" de uma das dinâmicas que fiz no sarau, resultou em versos livres, soltos (veja na caixinha triangular)-cada poeta leu o de outro, retirados de balões se soprar que voaram na noite- para um poema coletivo, que publicarei e Ricardo Evangelista fará circular, para que os autores se identifiquem )

Marcadores:

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Delicadeza, O Passe da Felicidade-Vânia Moreira Diniz




Delicadeza, O Passe da Felicidade

Vânia Moreira Diniz



Andava procurando minha própria sombra, deixando que as reminiscências entrassem e me envolvessem. Enquanto isso olhava a vida, observando o mundo ali diante de mim, tão diferente do que todos nós um dia pensamos.



Os “Dias Internacionais” englobando várias conquistas em várias categorias estão sendo comemorados com intensidade e isso tem sido um preito de amor e a certeza que jamais retrocederão os direitos inerentes que conquistamos aos poucos.



A verdade é que hoje, quando a tecnologia devia andar ao lado de sentimentos humanitários, precisamos caminhar reconhecendo o quanto as pessoas em geral necessitam do calor humano que se distancia a cada dia e ostentam amizades superficiais e numerosas para acarinhar o próprio ego. É isso que observamos dentro da internet, onde temos necessidade infinda de mostrar nosso mundo populacional dentro de uma comunidade virtual.



Acho que isso é muito importante, todas as formas de aquecimento humano contribuem enormemente para uma vida feliz. Mas a verdade é que acontece somente quando cada um de nós demonstra seus dons e predicados, nas horas de elogios mútuos e satisfações de vaidades.



E a delicadeza, o cuidado específico com o outro que acredito, não faltava no tempo de nossos ascendentes? Aquela preocupação que independe de qualquer fator senão ver o outro feliz e controlar as palavras para que não saiam duras nem ásperas?



Além disso, delicadeza não é apenas seguir as regras da civilidade, porém a preocupação, o carinho que vai além da linguagem, a doação da alma, a riqueza de sentimentos que se inicia com o olhar e se perpetua em palavras e ações.



Observando, vemos pais e filhos que não são capazes de manter um diálogo com amor. Vivem tão perto que não há mais necessidade de demonstrarem o afeto diário, controlando uma palavra que machuca ou subtraindo uma frase que poderia ser ferina num momento da vida do seu próximo.



Aí talvez esqueçamos a finitude da existência e olvidemos que tudo passa muito depressa e independente de nossa vontade ou raciocínio.



Delicadeza é o se dar começando na família, continuando entre amigos e até nas relações profissionais, com um retorno de aquecimento interior maravilhoso. O que custa um sorriso quando a caminhada a cada passo reduz a estrada e a futura convivência com as pessoas que amamos ou admiramos se torna cada vez mais curta?



Nunca esquecerei alguém muito especial, mas incontrolavelmente impulsivo que pouco antes de morrer e já nos últimos suspiros dizia com dificuldade o quanto mudaria seu proceder na exteriorização de seus sentimentos se pudesse voltar atrás.



Delicadeza é o gesto suave, mas incisivo, a expressão doce e ao mesmo tempo enérgica, a resposta a uma pergunta importante, o reconhecimento para alguém que nos ama. Delicadeza é a generosidade espontânea e simples sem cobranças e a suavidade que hoje se mantém tão distante, como se fosse vergonhoso sentir ternura e deixar que as lágrimas desçam em certas ocasiões.



Delicadeza é esquecer uma palavra áspera e raciocinar que a mágoa só reverterá para nós mesmos porque provavelmente quem foi rude já esqueceu seu gesto, são portadoras de egoísmo ou gritante individualismo e não têm consciência do que praticaram.



O “Dias Internacionais já são uma evidência e teremos que aprender que o Dia Internacional do ser humano deve ser comemorado diariamente e que engloba datas dedicadas à prática da humanidade. Delicadeza, cuidado com o outro, reconhecimento, amor convivência mesmo longe das comunidades virtuais ou em reuniões sociais e em cada instante de nossas vidas será sempre conforto para nosso coração e enriquecimento de uma estrada finita sim, porém bela, cercada da natureza pujante e vivida intensamente. Não, não é pieguice, isso significa poder curtir a vida e ser feliz que é a condição mais consistente para permanecermos vibrantes aqui nesse planeta.

E certamente deverei aplicar toda essa reflexão partindo de mim mesma e procurando um atalho para que o caminho seja mais rapidamente encontrado.



Vânia Moreira Diniz


Tânia:
Obrigada pelo envio, mais uma vez.
Passeei pelo portal, você, autores...longamente ...e são tantas as matérias que, à 1:23 da matina ainda não devo ter lido 1/10...Adorei termos o Joaquim Evónio, nessa plêiade de artistas e escritores, poetas e amigos.
Você deveria ser premiada por tão belo trabalho.
O editorial tem as nuances de sua alma, de delicadeza associada à firmeza.
Tenho muito prazer em ver na página de capa, minhas participações sobre sua obra.
Divulgarei.
Vou dormir e mais tarde, o farei, inculsive destacando "Delicadeza, o Passe da Felicidade".Pura expressão de sua filosofia de vida.
Carinho:
Clevane



2008/8/26 Vânia M. Diniz

Portal Vânia Moreira Diniz
http://www.vaniadiniz.pro.br

Lançamento da Coluna
Do Escritor e Divulgador Joaquim Evónio
http://www.vaniadiniz.pro.br/joaquim_evonio/index.htm



Crônica Da semana
Delicadeza, O passe da Felicidade Por
Vânia Moreira Diniz

Andava procurando minha própria sombra, deixando que as reminiscências entrassem e me envolvessem. Enquanto isso olhava a vida, observando o mundo ali diante de mim, tão diferente do que todos nós um dia pensamos...
http://www.vaniadiniz.pro.br/cronica_da_semana/cronica_delicadeza_passe_da_felicidade.htm




I Bienal em Brasília
Vejam detalhes entrando nesse espaço
http://www.vaniadiniz.pro.br/espaco_ecos/divulgacao/1_bienal_inter.htm



Colunistas do portal VMD
Visitem nossos colunistas cujo trabalho muito nos orgulha. Sei que passarão momentos inesquecíveis
http://www.vaniadiniz.pro.br/COLUNAS.HTM

Novos Textos de:
Armonia Gimenes
Efigênia Coutinho
Eliana de Faro Valença
Cristina Moreira Sáfadi
Priscila de Loureiro Coelho
Clevane Pessoa de Araújo Lopes
Maria Lindgren
Fahed Daher
Gustavo Dourado
Virgínia Fulber (Além Mar)
Isabel Rosete
José Valgode
Urda Alice Klueger
Luiz Carlos Amorim
Lilly Paes Barreto
Luiza Benício
Maria Félix
Malu Mourão
Luiz de Aquino Alves Neto
Ray Silveira
Roberley Antonio
Roberto Corrêa
Scyla Bertoja
Stella Mello
Vilma Cunha



Autores Convidados
Os leitores podem ler os nossos Autores Convidados cujo brilhante trabalho pode ser apreciado clicando na primeira letra do autor que deseja ler ou passando e conhecendo todo o espaço:
http://www.vaniadiniz.pro.br/asp/escritoresamigos.asp




Colunas de Vânia Moreira Diniz
http://www.vaniadiniz.pro.br/textosin.htm
http://www.vaniadiniz.pro.br/asp/linksamigos.asp?cod=61




Home do Portal:
Passem por links interessantes na capa do Portal tanto nos que estão apresentados do lado esquerdo como no centro da capa.
http://www.vaniadiniz.pro.br



Espaço Ecos
http://www.vaniadiniz.pro.br/espaco_ecos/principal_ecos1.htm

Site Cristina
http://www.vaniadiniz.pro.br/site_cristina/default_cristina.html




A todos que acompanham o Portal Vânia Diniz incentivando os trabalhos com carinho meu sincero agradecimento
Vânia Moreira Diniz
25-08-2008

Marcadores: ,

PA-CIENTE por Karina Araújo Campos-Dia do Psicólogo




Foto:Karina, com a antologia ME18, Mulheres Emergentes,organizada pela Tânia Diniz, poietisa onde tem o , prisioneira dsem querer de alguns condicionamentos universais, ligadas à natureza- algumas imagens a decifrar...


Minha norinha, Karina Araújo Campos, da SEMEAR SAÚDE, que estuda Psicologia na FUMEC-com sua irmã, a linda Viviane- também é contista e poetisa.

Manda-me, eu que estou aposentada da profissão exercida por décadas, o pertinente poema abaixo.

E aqui está, para os psicólogos e também para seus im/pacientes, ue a impaciência é a forma de mudar mais primitiva que conhecemos...

Clevane Pessoa de Araújo Lopes

Caros(as) Psicólogos(as) e futuros(as) psicólogos(as),

parabéns pela escolha da profissão!

Muito sucesso a todos(as), muita ética, muita sabedoria e união de classe!

Segue abaixo um poemeto que fiz quando visitávamos o Galba!
Para todos que amam a psique humana!

Abs, Karina Campos

Pa-ciente
Karina Araújo Campos
Jun/2008.

Você pergunta:
_ Por que você está aqui no Galba?
- Tenho esquizofrenia. É isso...
Eu me pergunto:
- Há alguém mais consciente de si aqui?
...
Os meus ouvidos são apenas escuta,
De palavra sãs, de frases insanas,
De delírios divinos, de delírios profanos,
De cabeças alucinadas...
Eu escuto,
Sua subjetividade humana
Portadora da deusa da loucura!

Marcadores:

Pettersen Filho-DE QUE METAL ÉS FORJADO



Interessa-me sempre a visão de Petterson Filho, que gritar pelo cidadão-do Brasil e do mundo- e por si próprio.Sua posição é a de sentinela, não apenas do "status quo" necessário, mas também das vertentes e convergências, divergências e espaçamentos aparentes e ocultos, envolvidas em qualquer ação, fato ou mudança .Aliás, é assim que vejo esse poeta,formador de opiniões e cidadão:uma sentinela de nosso tempo.

Leia abaixo, suas ponderações sobre as medalhas e o material de que são forjadas e enfeitas (leia em informações, subsequenetmente após seu artigo):


PRATA OU BRONZE ? - HOMEM : “DE QUE METAL ÉS FORJADO ? ”



Por: Pettersen Filho

Desde que a História Antropológica do Homem nos foi esclarecida pela Ciência Moderna , quem nos afirma de que, Ele , Homem , supostamente, deixou de ser Macaco , quando desceu das arvores e ganhou, já Bípede, as Planícies Africanas, nenhuma heresia , outra, nos foi recentemente afirmada, como a que ora se processa na Imprensa Americana, quem diz:

“No Quadros de Medalhas Olímpicas da China, os Estados Unidos vêm em Primeiro Lugar ! ”

Acostumados, que estávamos, a contabilizar os pontos adquiridos na obtenção de medalhas, desde 1920, nos Primeiros Jogos Olímpicos da Era Moderna , em Antuérpia, na Bélgica, quando foram restauradas as Olimpíadas Gregas , objetivando a congregação dos povos, tem sido esse o conceito, o qual sobreviveu a própria Guerra Fria , quando prevaleceu, mesmo nos Jogos , a “ Rivalidade Olímpica ” entre Ocidente e Oriente, Comunismo e Capitalismo, em que, rivalizavam-se, de um lado, os EUA , símbolo da liberdade, sempre evidenciada a cada medalha olímpica, eventualmente obtida, pelos Atletas Americanos , ávidos, “ Defensores da Democracia ” e do “ Espírito da Livre Iniciativa ”, bem estampados pela Política de Governos, em cada Corrida de Cem Metros , em que, supostamente, prevalecia o melhor, o mais rápido e sagaz, frente aos “ Burocratas e Ineficientes ” Atletas Bolcheviques da URSS, quase sempre, concorrendo, cabeça a cabeça, com os Rivais Americanos , quando, sempre, ao final da Competição , historicamente, considerava-se o Vencedor quem obtivesse mais medalhas de ouro, ao contrário do que, ora, perpassa a Imprensa Americana , ao informar ao seu publico interno, diferente dos fatos, que os EUA estão em Primeiro .

Assim o foi em Tóquio , Munique , Los Angeles , Moscou ...

, E o deveria ser, também, em Pequim , onde os Americanos, são fragorosamente batidos pelos “ Atletas Amarelos da China Comunista” .

Contudo, após anos e anos de Evolução Histórica , desde que o Homem desceu das arvores, e, lascou a pedra, fundiu o bronze, forjou o ferro e laminou o aço , nada mais ultrajante se realizou, em Tempos Modernos .

Nem mesmo na Casuística , e Superficial Política Brasileira, em que querem, os Americanos , ante a Supremacia Chinesa , mudarem as Regras do Jogo , colocando-se em Primeiro , quando, na realidade, é a China quem vence o Jogo .

Mas, a bem da verdade, o Mundo Contemporâneo já não é, também, o mesmo:

A América já não é a mesma.

A própria China mudou.

De. Incontestável Nação Hegemônica , Mundial, maior produtora, e consumidora, de aço, trigo, milho, petróleo...

Detentora do Maior Exército do Mundo , os EUA, encontram-se definhando e decadentes, não sendo, mais, o Esporte , a Vitrine , inconteste, da sua Hegemonia , relevado ao segundo plano, com a falência da URSS .

A própria China , aliás, Super-populosa e Comunista , já não o é mais.

Seduzida pelas Praticas Financeiras , e de Mercado do Capitalismo de Estado, quem viu nas Olimpíadas , somente, uma oportunidade de vender ao Mundo o seu Produto Político, mesmo que nos cheire, a todos “nos outros” , como um Tênis da Nike Falsificado , o seu atual Progresso Econômico e o seu Idealismo Político , enquanto cerceia seu povo e mantêm mísseis balísticos apontados para nós, não nos convence mais.

Assim sendo, a realidade é que, até ontem, ostentando cerca de 45 medalhas de ouro olímpico, ante a medíocres 26 medalhas americanas, ainda assim, tamanho disparate, Cega e Míope , a Mídia Americana , entretanto, insiste em apresentar aos seus compatriotas, os EUA, como Primeiro Lugar no Quadro de Medalhas dos Jogos Olímpicos da China. Prestes a acabar.

Mal sabe ela, a Mídia Americana , que nós, Brasileiros , nascidos mais ao Sul da Linha do Equador , que bem conhecemos a Lógica Americana , a mesma que, nos Anos Setenta, com sangue embanhado nas mãos, bancou e estabeleceu Ditaduras na América Latina , como as da Argentina , Brasil , Paraguai e Uruguai , chegando a derrubar um Governo Democraticamente Eleito, matando seu Líder, Salvador Allende , no Chile, tal qual hoje faz , diante da Democracia que quer impor ao Iraque e Afeganistão , bem o sabemos, o quanto podem ser volúveis e instantâneos os EUA , tão intimamente ligada aos seus imediatos interesses e demagógicos discursos;

FONTE:ABDIC - Associação Brasileira de Defesa do Indivíduo e da Cidadania.
>> Jornal Grito Cidadão <<
Rua da Grécia, 195, CEP: 29057-660, Barro Vermelho, Vitória - ES.
Tel.: 27 3081-6801
www.abdic.org.br

-------------------------------------------------------------------------
________________________________________________________________________

Informções complementares:

"A Corporação de Impressão de Bilhetes e Cunhagem de Moedas da China, localizada em Xangai, fabricará as 6 mil medalhas de ouro, prata e bronze necessárias para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, com matérias-primas chilenas e australianas, assim como, pela primeira vez na história, com um material não metálico como o jade chinês.



A pedra escolhida é jade de Kunlun, original das montanhas do mesmo nome na província de Qinghai (norte).



As medalhas de ouro terão um círculo de jade branco, as de prata, um de jade verde-claro, e as de bronze, uma variedade da pedra de cor verde-escuro, em todos os casos formando um anel de 57,7 milímetros de diâmetro exterior, 31,9 milímetros de diâmetro interior e 3 milímetros de espessura.



As medalhas, com 70 milímetros de diâmetro e 6 milímetros de espessura, incluirão em seu desenho os cinco anéis olímpicos, o logotipo e o emblema dos jogos de Pequim 2008, e terão nas fitas que as prendem um desenho de nuvens e dragões.



No total serão feitas mil medalhas de cada metal para os Jogos Olímpicos e outro milhar para os Paraolímpicos (o que soma 6.000 medalhas), as quais serão acrescentadas as 51.000 medalhas comemorativas de bronze que todos os participantes ganharão (40.000 olímpicas e 11.000 paraolímpicas)."

Fonte:www.estadao.com.br/esportes/not_esp134548,0.htm

Marcadores:

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

TANGO QUE FUISTE Y SERAS


Alberto Peyrano ama ,divulga e interpreta o TANGO.

HOJE haverá mais uma apresentçãp do TANGO QUE FUISTE Y SERAS.
Já na segundo ano consecutico, o espetáculo, que tanto vm agradando, hoje conta ainda com Gloria Geddes, Alicia Celeste, Andrés Martínez y Adrián Spina como cantantes invitados, além de Ricardo Lister , Susana Corsini .

Onde:Teatro Colonial
Horas:22h

Buenos Aires-Argentina.


YouTube - "Un cielo de serenata" - ALBERTO PEYRANO
"un cielo de serenata", vals de Eladia Blázquez, por el ...
3 min 57 seg -


Os artistas Ricardo Lister , Susana Corsini ,Alberto Peyrano (foto, enviada pelo poeta e artista Albrto Peyrano, da Argentina), envia mais uma chamada para a nova edição do TANGO-QUE FUISTE E SERÁS:



Bandoneón:
Esteban Tomé

Guitarra y Dirección musical:
Sergio Crotti

Dirección General:
Alberto Peyrano








www.youtube.com/watch?v=xAV8V4JQhU4



"TANGO QUE FUISTE Y SERAS



Los cantantes Ricardo Lister, Susana Corsini y Alberto Peyrano vuelven a subir al escenario del Teatro Colonial para presentar su espectáculo “Tango que fuiste y serás”, acompañados por el guitarrista Sergio Crotti y el bandoneonista Esteban Tomé. El show, que está cumpliendo ya su segundo año consecutivo en la mencionada sala, tendrá lugar hoy a las 22. El grupo cuenta esta vez con la presencia de Gloria Geddes, Alicia Celeste, Andrés Martínez y Adrián Spina como cantantes invitados".Nota de imprensa (*)

Acabo de deixr uma mensagem no site de Alberto, dizendo que ele é um espaço que dá espaço a todos e que sua generiosidade estende as pontas das asas e toca-me.
Espero um dia, ainda ainda assistí-lo ao vivo, embora o tenha ouvido pelo You Tube-o que todos podem fazer.

Clevane Pessoa

Div.Reg.InBrasCi em BH/MG

Leia, em ABDIC

abdic@abdic.org.br



ABDIC - Associação Brasileira de Defesa do Indivíduo e da Cidadania.
>> Jornal Grito Cidadão <<
Rua da Grécia, 195, CEP: 29057-660, Barro Vermelho, Vitória - ES.
Tel.: 27 3081-6801
www.abdic.org.br

OURO, PRATA OU BRONZE ? - HOMEM : “DE QUE METAL ÉS FORJADO ? ”
Por: Pettersen Filho
Desde que a História Antropológica do Homem nos foi esclarecida pela Ciência Moderna , quem nos afirma de que, Ele , Homem , supostamente, deixou de ser Macaco , quando desceu das arvores e ganhou, já Bípede, as Planícies Africanas, nenhuma heresia , outra, nos foi recentemente afirmada, como a que ora se processa na Imprensa Americana, quem diz:
“No Quadros de Medalhas Olímpicas da China, os Estados Unidos vêm em Primeiro Lugar ! ”

Acostumados, que estávamos, a contabilizar os pontos adquiridos na obtenção de medalhas, desde 1920, nos Primeiros Jogos Olímpicos da Era Moderna , em Antuérpia, na Bélgica, quando foram restauradas as Olimpíadas Gregas , objetivando a congregação dos povos, tem sido esse o conceito, o qual sobreviveu a própria Guerra Fria , quando prevaleceu, mesmo nos Jogos , a “ Rivalidade Olímpica ” entre Ocidente e Oriente..mais

http://www.abdic.org.br/index_editoria.htm
RONALDINHO MERECE UMA CHANCE.
DUNGA, RESPEITO. TEIXEIRA, O OSTRACISMO
Por : Celso Lungaretti

O colunista Clóvis Rossi pergunta: quem matou Ronaldinho?
Incide naquele mesmo açodamento que nós, jornalistas, adoramos criticar nos torcedores.
Quando Ronaldinho mostrou um futebol fulgurante na Seleção Brasileira? Pouquíssimas vezes.
Seu maior feito foi encobrir o goleiro inglês com um chute dificílimo na Copa do Mundo de 2002, salvando a Pátria naquele jogo que terminamos com um homem a menos.
É mais um virtuose dos lampejos do que o maestro da equipe. E, atuando no poderoso Barcelona, conseguia ter lampejos em profusão porque existiam outros craques para os adversários marcarem...mais

www.abdic.org.br/compra_literatura.htm
YES, NÓS SOMOS DE ESQUERDA
Por : Maria Lucia Victor Barbosa
Em poucas palavras Jean-François Revel, no prefácio da magistral obra de Carlos Rangel, Do Bom Selvagem ao Bom Revolucionário, mostrou a trajetória de séculos da América Latina: “A história da América Latina prolonga a contradição que lhe deu origem. Oscila entre as falsas revoluções e as ditaduras anárquicas, a corrupção e a miséria, a ineficácia e o nacionalismo exacerbado ...mais
http://www.abdic.org.br/index_opiniao_do_leitor.htm
Limpando a ferida
Por : Alessandra Leles Rocha
Colonizar, escravizar, oprimir, verbos comuns à tirania do ego. Ao mesmo passo que ganhou o ser humano a virtude da razão perdeu-a para a ignorância de seus instintos mais primitivos.
Está claro que a humanidade não sabe coexistir, conviver, estabelecer uma relação harmônica e pacífica com seus semelhantes e com o restante do meio ambiente. A loucura compulsiva de seu próprio ego enxerga torto e desfocada a própria existência. Sim! Destruo, mato, roubo, dilapido, invado porque quero, porque sou poderoso, imbatível e nada, nem ninguém, pode me deter. Todos os meios em prol de um único fim: ganância, a chaga aberta e fétida da eterna insatisfação...mais
http://www.abdic.org.br/index_def_consumidor.htm
A ESPADA RITUALÍSTICA
Por que a justiça tem de ser cega e usar uma arma perfuro- cortante?
Por : Dr. Fahed Daher
Definindo a simbologia da espada, leio em trabalho do “Irmão Monte Cristo Si” a exaltação de que a espada, antes de tudo é também característica da virtude, da bravura, do poder, ainda expandindo que o poder tem o duplo sentido, o destruidor e o construtor admitindo que a espada pode manter a paz e a justiça. Platão nos ensina que “o poder é a arma dos fortes (injustiça). A moral é a arma dos fracos (justiça)” ...mais
http://www.abdic.org.br/index_arquivo.htm

Este E-mail não foi Solicitado. Trata se apenas de uma Oferta de Cultura e Cidadania. Caso não Queira mais receber nossas Mensagens Institucionais: Click naoabdicdoseudireito@abdic.org.br com a mensagem Deletar.
ABDIC - Associação Brasileira de Defesa do Indivíduo e da Cidadania.
>> Jornal Grito Cidadão <<
Rua da Grécia, 195, CEP: 29057-660, Barro Vermelho, Vitória - ES.
Tel.: 27 3081-6801
www.abdic.org.br

Marcadores: ,

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

DANÇA-Minik Momdó: Workshop para seleção de intérpretes

Recebo, de George Sander , através do Coro Coletivo:


"Minik Momdó: Workshop para seleção de intérpretes

O grupo Minik Momdó convida os interessados para a seleção de um intérprete masculino e uma intérprete feminina para integrarem o elenco do espetáculo Nus Vestidos

Perfil: intérprete criador, com conhecimentos básicos em técnica clássica e dança contemporânea.
NECESSÁRIO TER DRT
Disponibilidade: ensaios às terças e quintas-feiras, das 17h às 21h30, e sextas-feiras das 14h às 21h30.
Ensaios e temporada remunerados.

Workshop de seleção: Dia 28/8, das 17h às 21h30, e dia 29/8, das 14 às 21h30.

Local : Galeria Olido. Largo do Paissandú.São Paulo/SP
Inscrições pelo e-mail: minikmomdo@gmail.com

Minik Momdó realiza workshop para escolher um intérprete masculino e uma intérprete feminina para integrarem o elenco do espetáculo Nus Vestidos, cuja remontagem faz parte das comemorações pelos dez anos da companhia

O grupo Minik Momdó, por meio do apoio da 4ª edição do Programa Municipal de Fomento à Dança, organiza a remontagem de seu espetáculo Nus Vestidos, com estréia prevista para o mês de novembro, na Galeria Olido, e pesquisa a construção de uma montagem inédita para o ano de 2009.

Sob a coordenação de Maria Mommensohn, o núcleo - associado à CPT - tem uma longa trajetória de ocupação de espaços não convencionais por meio de instalações performáticas, e é composto por artistas de diversas linguagens, que trabalham a transformação do espaço com foco na dança.

O espetáculo Nus Vestidos foi um dos primeiros realizados pelo grupo, num momento em que a pesquisa estética da companhia se aproximava da dança-teatro, uma das primeiras buscas na construção de uma linguagem híbrida nas artes cênicas. Agora, com o incentivo do fomento, o Minik Momdó tem como proposta revisitar essa obra, por meio de sua perspectiva conceitual mais atual, já com um aprofundamento da pesquisa e com novos intérpretes e colaboradores.

A intenção é incorporar ao espetáculo original elementos que renovem sua linguagem. E é nesse contexto que a companhia realizará nos próximos dias um workshop para seleção de novos intérpretes. Saiba mais: http://www.cooperativadeteatro.com.br/newsDetails.do?id=529

Nus Vestidos - O ritual do casamento, mote de Nus Vestidos, é visto no espetáculo como a metáfora da harmonia dos opostos preconizada pela alquimia. O tema da pedra filosofal deu origem a um processo de investigação sobre os elementos opostos e ocultos: os conflitos, o grotesco e o belo, os arquétipos sobre o masculino e o feminino.

O casamento é descrito como um ritual de etiquetas barrocas que tem por finalidade ocultar uma ordem social na qual o feminino e o masculino confrontam-se e complementam-se na manutenção do conceito cristão de fazer crescer e multiplicar a espécie.

Explora-se a tensão entre o material e o espiritual, encarnada nas concepções diversas, e muitas vezes contraditórias, que se tem sobre a sexualidade e sobre a conjunção que o casamento consagra: ora visto como mero contrato social e religioso, ora como imposição do desejo e triunfo da vontade.

E para captar essa ponte entre o universo simbólico e prosaico, a montagem pesquisa, com a orientação de Mariana Monteiro, diversas modalidades de dança de corte, como a Pavana, o Minueto e a Sarabanda, para compor coreografias que esbocem uma dramaturgia gerada pelo tema do casamento."


-- --
www.georgesander.multiply.com
san7geo@yahoo.com.br
(11) 9812-5902.

Marcadores:

Milagrama de Clevane Pessoa


A PAZ é meu bem Maior.

Clevane Pessoa

Embaixadora Universal da Paz


Milagrama
Clevane Pessoa de Araújo Lopes

Um cogumelo de fumaça imensurável
resulta da bomba
insulta a pomba da Paz,
que enegrecidas penas,
revoa a fremir de dor,
gorgulhante...
e as penas se desprendem.
Quais as peles das pessoas.
Os olhos se enevoam,
mil tipos de cãncer
desorganizam as células
ou as célula,desorganizadas
provocam mil tipos de Câncer?
Fogo na garganta,voz trancada,
vozes em sussurros,
vozes aos gritos...
E o Cosmos, perplexo,
porque o resto da humanidade perplexa
vira o rosto,
não faz o gesto,
a sentir-se impotente...

Mas o povo japonês se refaz de si,se reconstrói
e "da solidão de Hiroshima",
que tanto impactuou o jornalista atento,
o trovador solidário e observador,brotaram as flores do potencial humano,
testadas à exaustão.
E nasceram novas Horoshimas e Nagasakis,
mesmo que os criminosos
que pensam serem donos do Poder
(NÃO o são,"Não o são")
continuem impunes,
o que importa,nesses sessenta anos,
é que as duas Phoenix se ergueram das próprias cinzas!



Clevane Pessoa de Araújo Lopes (da série Paz em Qualquer Campo)
Belo Horizonte,escrito em 05/08/06,pois em 06/08,lembramos os sessenta anos desse horror, pois para que haja PAZ, infelizmente é preciso lembrar os horrores das guerras...

Marcadores:

Leo e Leo-Minas En-Cena





Imagens:cartaz, foto de um dos gêmeos em Os coveiros (veja ficha abaixo).

Os atores gêmeos, leos e leoninos (aniversariaram dia 01/08), convidam para mais um de seus espetáculos.
Vêm de uma experiência cinematográfica e, para quem ainda não sabe, são ótimos, poetas folcloristas, contistas.Escrevem para crianças e adultos e sua mineirice é apreciada e plagiada, tão singular mas veraz se apresenta.Já vi passar na Internet, muito texto deles, com outra autoria ou "autor desconhecido".Nada disso:conhecidíssimo(s), ao quadrado!

Leosino e Leonildo Miranda, são mineiros do Serro, radicados em Belo Horizonte.Não conhecer seu trabalho é impensável.Os folcloristas, especialistas em mineirês e africanês, são únicos(ou duplos.Duplamente únicos!)

Clevane Pessoa de Araújo Lopes
Diretora Regional do InBrasCi em Belo Horizonte
20/08/2008



Vejam a chamada:,
"Caros amigos

"Apresentaremos no Teatro Pio XII, nos dias 22 e 23 de Ago/08, às 20h30, a Peça 'Minas en-cena' com Leo e Leo, um espetáculo super divertido, que mostra diversidade lingüística, costumes, brincadeiras, história e tradições culturais de Minas Gerais (boi da manta, catopê, o caipira e seus causos divertidos, o coronel Apolodoro que detesta contar vantagem), tudo isso acompanhado de músicas tradicionais, retratando as nossas riquezas.

Participação especial de:
Victor Batista (viola e voz)
Inácio (percussão)
Joseph (violino)
Giovanni Assis (barítono)
Pollyanna (flauta transversal)

Preço no Teatro: Promocional a R$15,00 (Preço Único)

Antecipado para os funcionários do Senac: R$10,00
Leo e Leo
(contato pelos telefones 9673-1508 e 9950-3617).

Segue abaixo os sites informativos do filme 'Dois Coveiros' que participamos, lançado no Festival de Gramado no dia 14/08/08 e estará no Festival de São Paulo nos dias 23, 24, 27 e 28 de agosto de 2008.


19º Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo 2008 (http://www.kinoforum.org.br/curtas/2008/detalhe.php?idioma=1&c=16358)



36º Festival Internacional de Cinema de Gramado

(http://www.gramado.rs.gov.br/index.php/Turismo/Mostra-Gaucha-do-360-Festival-de-Cinema-de-Gramado.html)


Gratos,

Leo e Leo."

Eis a ficha do curta:
Dois Coveiros

Gilson Vargas
Brasil(RS), 2008
Fic - 12' - Cor
35mm

Na esterilidade de um deserto, dois irmãos gêmeos vivem uma situação absurda, onde a torridez do sol e a aguardente cristalina confudem lucidez e loucura.




Roteiro: Gilson Vargas
Fotografia: André Luis Da Cunha
Direção de arte: Iara Noemi, Gilka Vargas
Montagem: Milton Do Prado
Música original: Gabriela Bervian, Gilson Vargas
Produção: Gilson Vargas, Fabiano de Souza, Gustavo Spolidoro e Milton do Prado
Companhia produtora: Clube Silêncio e Okna
Elenco: Leonildo Araújo e Leozino Araújo
Som direto: Cristiano Scherer

Filmografia do diretor:
À Sombra do Outro, 2002 / Vaga-lume, 2002 / Quem?, 2000 / Até, 1999



Gilson Vargas - Clube Silêncio
clube@clubesilencio.com.br

Fonte:http://www.kinoforum.org.br/curtas/2008/detalhe.php?idioma=1&c=16358


"

Marcadores:

Francisco Zorzete-Kaos Urbano- até 24 de agosto




A expo Kaos Urbano, de Francisco Zorzete,na Galeria Jo Slaviero & Guedes, um assunto cuja tendência bem enfoca temores, pânicos, riscos, pressa, violência,stress, termina na sexta feira 22.

O inpicio foi a 080808.Uma data interessante, do ponto de vista esot´rtico e numerológico.

É interessante e significativo inferir,interagir com as cores e inceladas, na decifraçãp das ações e sensações urbanas comuns das pessoas, no mundo hodierno.
Gostaria de ver, mas moro em Minas e meu comentário é especulaçãp em cima da tela- ilustração do convite, que não convida ao medo, mas à diversidade e aos quebra-cabeças , aos cidadãos em suas roupas coloridas, quais sardinhas em lata nos coletivos e espaços públicos atulhados de gente-ou em fuga quase que para parte alguma ou para um foco simples e se imaginar no cotidiano sugerido: o local de trabalho, a escola, a praça ,a casa ou mesmo um clube .Ágora, agora.

Clevane Pessoa de Araújo Lopes
Diretora Regional do inBrasCi-Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais, Membro Honorário;Poeta Honoris Causa pelo Clube de Língua Portuguesa para oito Países Lusófonos...

Belo Horizonte, MG-Brasil
Alameda Gabriel Monteiro da Silva, S.Paulo

A expo Caos Urbano, de Francisco Zorzete,na Galeria Jo Slavieo & Guedes, um assunto cuja tendência bem enfoca temores, pânicos, riscos, pressa, violência,stress, termina na sexta feira 22.

O inicio foi a 080808.Uma data interessante, do ponto de vista esotérico e numerológico.

É interessante e significativo inferir,interagir com as cores e pinceladas, na decifraçãp das ações e sensações urbanas comuns das pessoas, no mundo hodierno.
Gostaria de ver, mas moro em Minas e meu comentário é especulação em cima da tela- ilustração do convite, que não convida ao medo, mas à diversidade e aos quebra-cabeças , aos cidadãos em suas roupas coloridas, quais sardinhas em lata nos coletivos e espaços públicos atulhados de gente-ou em fuga quase que para parte alguma ou para um foco simples e se imaginar no cotidiano sugerido: o local de trabalho, a escola, a praça ,a casa ou mesmo um clube .Ágora, agora.

Clevane Pessoa de Araújo Lopes
Diretora Regional do inBrasCi-Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais, Membro Honorário;Poeta Honoris Causa pelo Clube de Língua Portuguesa para oito Países Lusófonos...

Belo Horizonte, MG-Brasil
Alameda Gabriel Monteiro da Silva, S.Paulo
Marcadores: Francisco Zorzete-Caos Urbano- até 24 de agosto





Poema do Caos Urbano



Clevane Pessoa



Puzzle.

Putz.

Pule amamrelinha na linha do meio fio

nos desenhos da calçada.

Pluft,cai algo,

alguma coisa se esvai,

o sangue que escorre,

menstruação, mostru/ação:bala perdida,

carteira batida,

so/negação

sonegação

nega-a-ação

negação.



Há porém uma ida-e-vinda

que não convida ao medo,

-direito de ir-e-vir

garantido pela Constituição-

e sim à diversidade e aos quebra-cabeças ,

aos cidadãos em suas roupas coloridas,

quais sardinhas em lata nos coletivos

e espaços públicos atulhados de gente

-ou em fuga quase que para parte alguma .

Ir em direção a um foco simples de se imaginar

no cotidiano sugerido:

o local de trabalho, a escola, a praça ,a casa ou mesmo um clube .

Ágora, agora.



Belo Horizonte, 20/08/08, inspirado no trabalho exposto no convite-tela de Francisco Zorzete.







----- Mensagem encaminhada ----
De: MUBE
Para: Undisclosed-Recipient@yahoo.com
Enviadas: Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008 10:15:37
Assunto: Convite Francisco Zorzete

Marcadores:

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Everi Carrar-Nara canta Caymmi





NARA CANTA CAYMMI

Voces se lembram de Nara cantando Caymmi,no disco O CANTO LIVRE DE
NARA/1965..pois é, assim que fiquei sabendo da morte de Dorival
Caymmi,coloquei esse disco em vinil pra ouvir em meu quarto. Dorival
Caymmi sempre cantou a Bahia,era doce,um homem que eu via pela
televisão,sempre falando calmamente,com gestos moderados,parecia
conhecer a vida lindamente,ensinava enquanto dizia coisas e seu
silêncio também era fonte de aprendizado. Nara e Caymmi pareciam ter
muita coisa em comum:talento, meiguice,sabedoria. Eu deveria ter
ouvido o excelente GAL CANTA CAYMMI,em vinil,que guardo com elevada
estima em minha discoteca,mas minha alma quis ouvir o canto livre de
NARA cantando Caymmi;acho que foi a primeira música de Caymmi que
conheci na voz de uma cantora,ainda no final dos anos 70,depois ,muito
tempo depois ouvi GAL ,Betania e outros artistas cantando Caymmi.
No disco,na NARA interpeta a suite dos pescadores,uma das obras mais
lindas de Caymmi,que amava o mar,e dele retirava lições de poesia e
vida.
.
Por Everi Rudinei Carrara: consul dos poetas del mundo em araçatuba/sp
editor do site telescopio.vze.com
músico,escritor,agente cultural

Marcadores:

XV CONCURSO de Cuento y Poesía LEOPOLDO MARECHAL -Argentina


XV CONCURSO de Cuento y Poesía "LEOPOLDO MARECHAL" año 2008 convoca escritores

La Dirección de Arte y Cultura del Municipio de Morón informa que está
abierta la convocatoria del XV Concurso de Cuento y Poesía Leopoldo
Marechal del año 2008, con $ 1000.- en premios por género y la
publicación de una antología con los mejores 30 trabajos. Cierre: 15
de septiembre de 2008.


BASES DEL XV CONCURSO año 2008

La Dirección de Arte y Cultura del Municipio de Morón, a través del
Área Letras dependiente de la Biblioteca Municipal "Domingo F.
Sarmiento", convoca a todos los escritores de Argentina a participar
en el XV CONCURSO LITERARIO "LEOPOLDO MARECHAL" (CUENTO Y POESÍA),
declarado de Interés Municipal.


1. Participantes: Podrán participar escritores Mayores de 18 años de
nacionalidad argentina o extranjeros residentes en el país con
trabajos escritos en español.



2. Poesía: Tema libre. Se enviará uno o más poemas, pero la suma total
no podrá superar las sesenta (60) líneas o versos.



3. Cuento: Tema libre. Cada participante podrá enviar un solo trabajo
cuya extensión no será mayor a 6 carillas (no más de 25 líneas por
carilla, con letra cuerpo 12).



4. Los trabajos: deben ser inéditos y no haber sido premiados en otros
certámenes.



5. No podrán participar los autores que obtuvieron el PRIMER PREMIO en
los años 2005-2006-2007.



6. En ambos géneros las obras deberán ser presentadas en hoja formato
A 4, escritas a máquina o computadora, a doble espacio, sobre una cara
del papel y firmadas con el seudónimo. Se enviarán por triplicado en
sobre, dentro del cual se adjuntarán, en otro sobre cerrado, los
siguientes datos: nombre y apellido del autor, DNI, fecha de
nacimiento, dirección, código postal y teléfono (en caso de
extranjeros, fotocopia de Documento que demuestre en forma fehaciente
residencia en el país). En ambos sobres se indicará: género, título y
seudónimo.



7. La recepción de trabajos se fija a partir de la publicación de las
presentes BASES y cierra el 15 de septiembre de 2008 (para los
trabajos enviados por correo se respetará fecha de matasellos).



8. El Honorable Jurado de los distintos rubros estará conformado por
personas de reconocida trayectoria en letras. Sus nombres se darán a
conocer en el acto de entrega de premios. El fallo será inapelable. El
fallo será dado a conocer durante el mes de noviembre de 2008.



9. Premios: (Cuento y Poesía):
- Primer premio: $ 1000.- y diploma.
- Segundo premio: Plaqueta y diploma.
- Tercer premio: Medalla y diploma.
- Cuarto y Quinto premio: Diploma.



10. Se seleccionarán además diez finalistas por cada rubro. Los
trabajos premiados (incluidos los finalistas) serán publicados,
integrando el volumen "Antología de Cuento y Poesía Leopoldo Marechal-
XV Concurso 2008" a publicarse en el año 2009.Los premiados y
finalistas recibirán cinco ejemplares de dicha antología.El volumen
contará con obras seleccionadas a través de un Concurso de Ilustración
convocado por el Área de Artes Visuales de la Dirección de Arte y
Cultura del Municipio de Morón, cuyas bases se darán a conocer por
separado.



11. Los premios se entregarán en Acto Público en fecha a determinar en 2008.



12. En ningún caso se devolverán los trabajos presentados.



13. La participación en este concurso implica el conocimiento del
presente reglamento y su aceptación. Su incumplimiento determinará la
descalificació n del trabajo presentado. Los ganadores y finalistas se
comprometen a facilitar un disquete, CD o enviar por mail el texto
completo del trabajo seleccionado dentro de los 30 días posteriores a
que se de por conocido el fallo, condición para que la obra resulte
publicada en la antología.



14. Los trabajos pueden presentarse personalmente o remitirse por
correo a: Concurso Literario "Leopoldo Marechal", Biblioteca Municipal
"Domingo F. Sarmiento", Brown 763, Morón (1708).
INFORMES: (011) 4483-2142 - Lunes a Viernes de 9.00 a 18.00.



Grupo de Poesía Pretextos
- pretextosgrupopretextos@yahoo.com.ar

Divulgação no Brasil:IMEL-->Instituto Imersão Latina.

Marcadores:

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Luísa Coelho lança KUNUAR-Livraria da Travessa-18 de agosto

A Letras e Ponto reforça o convite da Mazza:


"Mazza Edições e Café da Travessa Livraria
convidam para o lançamento do livro

KUNUAR (poemas),

da escritora portuguesa nascida em Angola
LUÍSA COELHO

Data e hora: 19 de agosto, às 19 horas
Local: Café da Travessa – Av. Getúlio Vargas, 1405 - Funcionários

Na oportunidade, a autora, que viveu 16 anos em Angola, antes da Guerra Civil, e que atualmente voltou a viver na sua terra natal, fará uma palestra com audiovisual sobre a capital angolana no pós-guerra:

LUANDA, RETRATO DE UMA CIDADE INTRANQÜILA

Participações especiais:
Mara de Aquino (escritora-musicista) – intervenção poética
Grupo Fala Tambor, de Carlinhos de Oxóssi – samba-de-roda"

E os quitutes mineiríssimos de Dona Lucinha.

Divlgação:Clevane Pessoa de arapjo Lopes
Diretora Regional do InBrasCI em Belo Horizonte, Mg

Marcadores:

domingo, 17 de agosto de 2008

RASCUNHOS POÉTICOS-Festa de terceiro ano-17-08-2008


Carlos Savasani é desses difusores clturaisque o fazem por puro prazer, para que mais e mais artistas e autores sejam conhecidos e a Poesia seja uma realidade em nosso País e mostre a cara dos Poetas.

Hoje, completa o terceio ano de existir o já renomado RASCUNHOS POÉTICOS!.
Se puder, compareça, vale a pena prestigiar quem a tantos prestigia e seu grupó.Va assitir, conhecer Pastorelli & Savasani!

Um abraço;
Clevane essoa de a.Lopes
Diretora regional do InBrasCi- em Belo Horizonte, MG


PESSOAS,

É HOJE :

FESTA DE 3 ANOS DO RASCUNHOS POÉTICOS

COM O PALCO ABERTO A TODOS OS POETAS E MÚSICOS PRESENTES

NO VILLAGGIO CAFÉ

RUA TEODORO SAMPAIO, 1229, EM PINHEIROS, SP

17/08/08 (HOJE)

ÀS 17:00 HORAS

VENHAM !!!

G ABÇ
CARLOS SAVASINI & OSVALDO PASTORELLI
__._,_.___

Marcadores:

sábado, 16 de agosto de 2008

Feios ,Sujos e Malvados-Nova Mostra de João Werner, para setembro.






Escolhi fotos de duas esculturas em Resina (Amantes;Atabaque) e as duas com imagens femininas (Moça e Maternidade),apenas para um brinde ao olhar de quem ama a arte,para exemplificar p artista João Werner..(Clevane)
.
O talentoso e solidário artista João Werner,é uma pessoa simples e aberta,apesar do sucesso de suas escultutas, pinturas, intura-digital, espos~ção em Florença (o que o leitor comprovará visitando seu belo site).Sua arte inspir minha Poiesis.As pinturas de cunho social, muito me encantam.Fis alguns poemas e escreverei outros.
A artista de belo Horizonte, iara Abreu, também far´uma expo onde ilustrará poemas urbanos com sua Arte e convidou-me a enviar um-mandei um sobre chuvarada e quando acontecer a expo, noticiarei aui.

Agora, João Wernr nos convoca para "quando setembro vier", uma nova mostra-e a cada fase, o artista se renova...Gosto dessa teia/troca, entre as Artes e a Literatura.
e a Internet age qual um elemento catalizador/facilitador.

Clevane Pessoa de Araújo Lopes

Divulgação da Diretoria Regional do inBrasCI(Instituto Brasileiro de Culturas Intrnacionais-nossa Governadora é Andréia Donadon-a artista plástica Deia Leal-em Mariana, Mg)

Vejam a chamada enviada por João Werner, via Internet:


Saudações,



"Exposição "Feios, sujos e malvados"
Convido Você a visitar a exposição de inauguração de meu novo atelier em Londrina, "Feios, sujos e malvados".
São 11 pinturas digitais recentes, unindo humor obscuro e temática polêmica.
A expo estará aberta à visitação de 12 a 26 de setembro, de segunda à sexta-feira, das 9h:00 às 12h:00 e das 14h:00 às 17h:00.
Endereço, mapa de localização e algumas fotos do novo espaço: http://www.joaowerner.com.br/atelier_pernambuco.htm

Fotos recentes de trabalhos antigos
Estou expondo 28 novas fotos de pinturas tradicionais (óleo & acrílica) e esculturas que eu ainda não havia mostrado no site. Todas estas obras haviam sido realizadas antes de 2006.


Colhendo laranjas II, ost



Arando, ast



Sinuca, ost


Parada de ônibus, ost




Moça, ost


Moça, ost



Maternidade, ost


Fauno, ost



Patriarca, ost


Patriarca II, ost


Amantes, escultura em resina


Atabaque, escultura em resina



Estas imagens podem ser vistas, ampliadas, na página: http://www.joaowerner.com.br/fotos_recentes.htm

Concurso cultural "PAGE NOT FOUND!!!"
O ganhador do concurso do blog "Page not Found" do jornalista e editor Fernando Moreira (O Globo Online) foi Thiago Panza Guerson. Trecho do texto:

"...alguma coisa se mexendo no meu quintal. Fiquei abismado, pois não conseguia ver o que era. A tal coisa havia sumido. Logo, desisti, apaguei as luzes e quando estava deitando, escutei uma esganiçada, saindo do mato:

- Ei, bonitão!

Parei, e ressabiado, não falei nada, mas a voz insistiu:

- Bonitão-ão! P-s-i-u! [...]"

Criei a pintura "Beija-sapo" para ser entregue ao ganhador do concurso.

A íntegra do texto ganhador e a obra que fiz para ilustrá-lo estão na página: http://www.joaowerner.com.br/page_not_found.htm



Ilustrando a WEB

2008, julho 15 - A pintura digital "Rapaz VI" foi exibida no blog Linha de sexologia, da psicóloga Dra. Vera Ribeiro, ilustrando o post "Sou apaixonado pela minha namorada, mas na hora do sexo, o desejo não aparece..."

2008, julho 16 - A pintura à óleo "Boteco" foi exibida no blog "O Conselheiro Acácio", ilustrando o conto "Dualidades do cárcere", texto do Conselheiro Acácio.

2008, julho 17 - A pintura digital "Dano à propriedade III" foi exibida no blog "Coluna Cultural Telescópio", do poeta e editor Every Carrara

2008, julho 15 - A pintura à óleo "Forró" foi exibida no site "Jornal Livre", ilustrando o ensaio "É possível mudar essa imagem pré-concebida que o aluno tem da escola?", de autoria de Vanusa Souza.

2008. junho 24 - A pintura digital "Malabares" foi exibida no blog "Recortes Afro-Brasileiros", ilustrando resenhas do texto "Xirê! O modo de crer e de viver no camdomblé", de R. Amaral, postado por Renata Machado.

2008, agosto 11 - A pintura à óleo "Boteco" foi exibida no blog "Depósito do Maia", ilustrando o post "A propósito", de autoria de Carlos Eduardo da Maia.



2007, setembro 05 - Ilustrou poema de Fernando Pessoa no blog da editora e poetisa Rosângela Aliberti.

Fragmento do poema de Fernando Pessoa:

"A lavadeira no tanque
Bate roupa em pedra bem.
Canta porque canta e é triste
Porque canta porque existe;
Por isso é alegre também."



2008, julho 22 - A pintura digital "Ninfas dançando" foi exibida no blog "Tatuagem", da poeta Carmen Fossari, onde ilustrou a poesia "Ilha feminina"

Fragmento:
"O mundo feminino
Abre-se de úteros
Como as folhas em pétalas
Que amanhecem
Jardins, mundos, infâncias, flores
O universo adulto do corpo amoroso
Comportando outro corpo
Da luz lasciva de todos os tatos
Os sentidos, a intuição
O homem barro macerado
Que habita seu mundo
De dança e música"



2008, julho 17 - A pintura digital "Parada de ônibus" foi exibida no blog "Achamarte", da poetisa e editora Clevane Pessoa de Araújo, ilustrando o poema "Parada de ônibus". Fragmento:

"tudo é somado, pedaços de conversa,
celulares e retalhos de assintos,
expostos quais frutas em banca de feira."



2008, julho 17 - A pintura digital "Burquinha" foi exibida no blog "Achamarte", da poetisa e editora Clevane Pessoa de Araújo, ilustrando o poema "Burquinha". Fragmento:

"Bom o tempo-que-rola
nas bolinhas-de mundo-miniatura.
Cada bola-de-gude parece uma planeta,
uma beleza de olhar."



Referências a 34 poemas na WEB, cujos poetas e editores escolheram pinturas minhas para ilustrá-los: http://www.joaowerner.com.br/ilustracao.htm

Referências a outros 64 ensaios, que também tenho a honra e satisfação de ilustrar: http://www.joaowerner.com.br/ilustracao_ensaios.htm



Estatísticas do Google Analytics

Estou disponibilizando as estatísticas de visitação ao meu site, obtidas através do Google Analytics:
De 15 de julho a 15 de agosto de 2008 foram 6.712 visitas com 24.363 exibições de páginas, média de 3,63 página vista por visita.

De 02 de janeiro de 2007 a 15 de agosto de 2008 foram 76.430 visitas, com 283.958 exibições de páginas, com média de 3,72 páginas vistas por visita.

Dados na página: http://www.joaowerner.com.br/visitacao.htm



Gravuras digitais à venda no site

Além do método de venda através de depósito bancário, estou disponibilizando também a venda de minhas gravuras digitais através do sistema PagSeguro do UOL, em até 10 vezes no cartão de crédito.
Todas as gravuras digitais que publiquei estão à venda no site, com remessa gratuita por Sedex para todo o Brasil e Portugal.
Página de vendas: http://www.joaowerner.com.br/venda_online.htm

Agradecendo por sua atenção,

João Werner

Artista plástico

Endereço eletrônico http://www.joaowerner.com.br

Marcadores: , ,

Daiana Schvartz- Mostra no MAB



O Museu de Arte de Blumenau (Fundação Cultural), convida para a expo de Daiana Schvartz.

Se estiver em Blumenau ou morar ali, v´conecer o interessante trabalho-que dá para inferirmos apneas pelo convite enviado...

Clevae pessoa de a.Lopes
InBrasCo-Diretoria Regional em BH

Marcadores:

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Vote em Andersen Viana -Tema e variações






Nas fotos, o Maestro Andersen Viana, que também é escritor, lê texto de seu livro CONTOS CINEMATAGROFÁFICOS ,assite aos autores presentes, no SEMENTES DE `PESIA, pertencente ao MUNAP(Museu Nacional de Poesia, que Regina Mello dirige, Na praça dos fundadors, espaço no parque Municipal de Belo Horizonte).



Regina Mello ,Diretora do MUNAP, uma das POIETISAS convidds por Marco Llobus e or mim, para integrar o livro-álbum POIETISA, envia-me a convocação para votar em nosso amigo o talentosos maestro Andersen Viana.
vamos ouvir, dar nosso apoio.



"Vamos todos votar em "Tema e Variações" de Andersen Viana
uma linda peça para violão solo

http://www.violao.org/index.php?showtopic=4744

aqui voce pode ouvir e ter a partitura
ultimos dias para votação
contamos com voces e toda a sua lista, hehehe
beijos
Regina"

Marcadores:

Brenda Marques Pena,no Chile e o blog do IMEL






Fotos: de baixo para cima Brenda MARS,, no Chile, com Mulheres no Banquete de eros (Mujeres en el Banquete de Eros.
Andréia Donadon , em atividade do InBrasCi, no Restaurante D.Preta,em Belo Horizonte,MG,Brasil, de quem Brenda interpretará Cenário Noturno, poemário,na cidade de Mariana.

Brenda com a banda CAUTION, somente de mulheres, no qual é a baterista.

Brenda com crianças indígenas, no Dia da Criança,em Brasília.A Poetisa, que é também fotografa, costuma faze exposições onde a infância latino americana é a maior tmática.




Brenda Marques Pena, Presidente do IMEL_Instituto Imersão latina,envia o texto abaixo.Ela está no Chile.

na foto, tem nas mãos "Mujeres no Banquete de Eros"(mulheres no banquete de Eros), doa Editora aBrace, organizada pela poeta nina reis.
Brenda e eu temos poemas nessa coletânea, que é bílingüe e foi lançada na feira do livro em Havana,neste ano de 2008.

Brenda tem feito performances com os textos e eu também os apresento, sendo que a leitura mais recente foi no Parque Municipal, em beloHorizonte-no evento SEMENTES DE POESIA, ação do Museu Naconal de Poesia (Brasil), dirigido por Regina Mello.
Apesar de fora do brasil, poemas de brenda, deste livrom do ME18(mulhers emergentes 18-organizado por Tânia Diniz,Ed.Alternativas) e poemas outros, vêm sendo lidos, declamados em diversos espaços.

Próximo trabalho da talentosa performer e poeta, será em Mariana, quando apresentará os poemas de Andréia Donadon(a artista Deia Leal),Governadora do InBrasCi no Estado de Mg.Ps poema fazem parte do recente livro de andréia, cenário Noturno.

No retorno do Chile, as duas se encontrarão em S.Paulo (Memorial da América Latina).veja no blog do imersão latina, a chamada para esta ação.

Convidamos o leitor para uma visita ao blog do Imersão Latina:

http://imersaolatina.blogspot.com

Clevane Pessoa de A.Lopes
Diret.Reg.do InBrasCi
Vice-Presidente do Imersão Latina.

Marcadores: ,

Mary Magsamen e Stephan Hillerbrand-Transcendental Smoothie



Imagem belíssima e convite enviados por ARTENOW;


e-artnow: 14.08.2008


Mary and Stephan at Lawndale Art Center




'Power Strip' 24 x66' archival ultrachromogenic pigment print
Magsamen + Hillerbrand 2008
Transcendental Smoothie
Lawndale Art Center
4912 Main Street
Houston, TX 77002
Phone: 832-519-0388
Fax: 713.528.4140
Contact: Mary Magsamen and Stephan Hillerbrand
info@maryandstephan.com

www.maryandstephan.com, www.lawndaleartcenter.org

Exhibition on view:
August 22 – September 27, 2008
Opening Reception Friday, August 22, 2008, 6:30-8:30 PM
Artist talk at 6:00 PM

Gallery hours:
Monday thru Friday 10am - 5pm
Saturday 12pm - 5pm
Closed on Sundays

www.lawndaleartcenter.org

*Whipped cream galaxies,

*Psychedelic toddler tantrums and

*Devoured peanut, butter and jelly faces…

The John M. O'Quinn Gallery at Lawndale Art Center in Houston, TX is transformed into a kaleidoscopic world of video that raises questions and ideas about perception, identity, relationships and the everyday pressures of life. 'Transcendental' refers to Kant's theory that our experience of things is about how they appear to us, but not about those things as they are in and of themselves. 'Smoothie' refers to our use of food and everyday objects and the blending of many items to make something delicious.

Magsamen + Hillerbrand experiment with video, light, sound and performance. They will present several video installations and photographs at Lawndale and among them are giant weather balloons capture video images of cookies and their children and a large suspended screen shows them creating a galaxy by spitting frosting. They make portraits of their everyday life that go beyond documentation because of innovative manipulations of time, image and material. These new interpretations of the everyday visual vocabulary such as cookies, peanut butter and jelly sandwiches and their children engage the viewer with mesmerizing and visceral abstraction."

Divulgação Cultural :Clevane Pessoa (Diretora Regional do Instituto de Culturas Internacionais em Belo Horizonte, MG-Brasil)

pessoaclevane@gmail.com

Marcadores:

herederos del caos 10 -TRIPOD





Desenho:fragmento de ilustração de Clevane Pessoa(*)-Revista Estalo núm.3-para o poema Alegoria da Tortura, da autora.

Leiam a interessante revista eletrônica Herdeiros do Cáos (Herederos del Caos),com autores de boa qualidade:

http://herederosdelcaos10.tripod.com/


Escritores y Poetas:


Susana Medina
Carlos Vazquez
Homero Carvalho Oliva
Ricardo Juan Benítez
Nieves Jurado
Jose Maria Barredo
Francisco Jesús Muñoz Soler
Francisco Antonio Ruiz Caballero
Jaime Saenz
Rubén Moya Requena
Maria Alejandra castellanos
Juan Carlos Vásquez
Reportaje a Luis Benítez
Medinaciones por Susana Medina
Homenaje: Eugenio Montejo
Visual: Hiperrealismo
Hiperrealismo en España
Obra y vida de Alejandro Jodorowsky
Eduardo Martos Gómez
Diario de una modelo en New York
Visceral: Hazzel Yen
Aleqs Garrigoz
Libros
Colaboraciones
Libro de visitas
Enlaces
Galeria de Autores
Quienes somos




Donde las mariposas

revolotean

(Narrativa)

Susana Medina

(Inglaterra)





Sin titulo, Foolish ming

(poesias)

Carlos Vásquez

(España)




Poemas de la soledad

Homero Carvalho Oliva

(Bolivia)



Consejo de amigo

(Narrativa)

Ricardo Juan Benítez

(Argentina)





El chico que besó

a Marilyn Monroe

(Narrativa)

Nieves Jurado

(España)




Sólo artificio

(poesías)

José María

Barredo Viudes

(España)




Selección

(poesías)

Francisco Jesús

Muñoz Soler

(España)


Fantasía en verde

(Narrativa)

Francisco Antonio

Ruiz Caballero

(España)




La noche

(poesía)

Jaime Saenz (1921-1986)

Bolivia

La Fotografía Incompleta

(Narrativa)

Rubén Moya Requena

(España)




Salvaje

(poesía)

Maria Alejandra

Castellanos

(Peru)



Relaciones

(Narrativa)

Juan Carlos Vásquez

(Venezuela)


Los derechos de los trabajos publicados en Herederos del Caos corresponden a sus respectivos autores y son publicados aquí con el consentimiento de los mismos.



copyright©herederos del caos (2006-2008)

herederosdelcaos@hotmail.com


"Heirs of Caos is a noprofit Cultural proyect. Which Promotes a Artistic works with an emphasis on poetry and fiction. Heirs of caos receive no monitary benefit for their publication. All projects remain property of their individual creators"

Os textos estão no site da revista-não tenho autorização para pubkicá-los aqui, mas tentarei contactar os autores.


(*) Amigos leitores,tenho alguns poemas sobre o Cáos e eis um aqui:

Do Chaos

Clevane Pessoa de Araújo Lopes ( * )


Em suspensão, fragmentos,
decretos ditatoriais,
angústias, medo,
orssa para alguma parte,
pressa para parte alguma,
paixões avassadoras,
violência, humilhação, rechaço,
desamor e abandono.

Ao ser humano,
cabe des-montar a proposta imposta
que confunde o Tudo
e sobrecarrega o Nada
e pacientemente
remontá-la, relacionar datas e fatos,
armar o quebra-cabeças das fotografias picadas,
apagar as chamas das queimadas,
semear os solos clcinados
depois de revolvê-los e adubá-los,
escutar o lamento das crianças
e os avisos dos pássaros.

Diluir os decretos inúteis e as perplexidades,
fazer curativos nas almas em frangalhos,
matar a sede e a fome de Beleza
com o olhar
criativo.

Então, através da Arte e da Poesia,
ordenar
e reinovar
a Vida.

(*)Clevane Pessoa de Araújo Lopes
Poeta Honoris Causa Pelo Clube Brasileiro de Língua Portuguesa para oito Países Lusófonos.

Notas:

A revista eletrônica nos foi gentilmente enviada pela Poetisa "Monik Matchornicova" .


Gostei muito desse autor (busque sua página):

José María Barredo Viudes, (Madrid)

Ha publicado poemas en las revistas “Margen Cero, Almiar” “Arrebato

Libros “ “Ariadna r.c..com” “El fantasma de la glorieta” “Herederos del caos” entre otras.



Es autor de las colecciones de relatos “Varios asuntos y alguna ocasión para el portento” (Edit.Virtualibro) y “El rito cotidiano” y varios han ganado premios en concursos literarios.

Los derechos de los trabajos publicados en Herederos del Caos corresponden a sus respectivos autores y son publicados aquí con el consentimiento de los mismos."



copyright©herederos del caos (2006-2008)

herederosdelcaos@hotmail.com





Heirs of Caos is a noprofit Cultural proyect. Which Promotes a Artistic works with an emphasis on poetry and fiction. Heirs of caos receive no monitary benefit for their publication. All projects remain property of their individual creators

Marcadores: